sábado, 1 de setembro de 2012

Comendo e aprendendo




- Que coisa é essa que você está comendo aí?

- Isso? É um T.R.A.S.H. (Turbo Recheado Aditivado de Sacarina Hidrogenada).

- E... Do que é feito isso?

- Não faço a mínima. Tirei Contabilidade, não Nutrição. Porque?

- Quer dizer que você está comendo algo que nem sabe o que é?

- Eu também respiro um ar repleto de poluentes e nem por isso deixo de respirar, ora! Se bem que... Faço isso desde criança. Força do hábito, acho.

- Com a grande diferença que respiramos automaticamente. E acredito que você está – literal e figurativamente – comendo coisa, já que é isso que “res” quer dizer em latim.

- Hmm... Mas que coisa. Será que o pessoal da empresa que o criou, a EngordietTM, sabe disso?

- Deve saber, o pessoal destas empresas conseguiria vender até água doce pra peixe-espada se... Espere aí, o nome da empresa é EngordietTM? Como pode ser isso?

- Fácil! Você vai num cartório, espera na fila, NÃO ENCARE OS FUNCIONÁRIOS (que eles não gostam), e...  

- Não, como o nome pode ser esse? Ele passa a ideia de que é possível comer isso aí e emagrecer ao mesmo tempo. Mais bizarro que um comentarista esportivo fã de dadaísmo.

- Bizarro nada, é genial! Se uma... Co...

- Coisa?

- Comida fosse chamada de V.I.D.A. (Vitaminada e Indescritível Delícia Açucarada), o que você imaginaria?

- Que... Tem caroço nesse angu?

- EXATAMENTE! Eles criam esses nomes pra que você não desconfie de nada! Criam um nome tão, mas tão ruim, que perto dele o gosto dela se torna praticamente irrelevante! E se tiver gosto de qualquer coisa comível, melhor ainda!

- Que coisa. Fico pensando no tipo de testes fazem nessa comida para que ela possa ser considerada consumível por humanos ou, pelo menos, por quem possua polegares opositores desenvolvidos.

- Bem, ouvi dizer que a MacDonuts usa os mais modernos programas de computador para criar uma simulação neuro-interativa que forneça às cobaias, digo, degustadores profissionais involuntários uma sensação aproximada do que seria o gosto teórico de uma nova refeição a ser testada.

- E... Não seria mais fácil simplesmente... Provar? Foram necessários milhões de anos para que nossas papilas gustativas se tornassem tão afiadas para distinguir sabores quanto dente de tubarão serial killer é afiado de verdade, sabia?

- E parece que serão necessários mais outros tantos milhões para ensinar a elas o que é bom e o que não é. E é por causa destes testes que as refeições são tão caras.

- Mesmo? Pensei que fosse por causa das ilustrações em 3D que aparecem nas embalagens. Olha só, se você virar o copo assim, aparece a figura do Hamburguido brincando, se virar pro outro lado, aparece ele fazendo o dever de casa, brincando, fazendo o dever... Pelo menos o dinheiro ganho nos lanches vai para uma boa causa, a melhoria da qualidade das refeições.   

- Nada disso, o dinheiro é gasto na pesquisa de mais testes. Porque você acha que o T.R.A.S.H. tem gosto de ervilha defumada misturada com arenque doce?

- Porque... Esse sabor venceu uma licitação superfaturada?

- Não, porque o gosto anterior dele era muito pior!

- Poxa. Mas ainda acho que você deveria cuidar melhor de sua alimentação, sabia? Saúde não tem preço, quer dizer, ainda não.

- Acho que tem razão, eu... Espere um pouco, você não está tentando me vender nada, não é?

- Ora, mas é claro que não.

- Ah, bom...

- Não na minha hora de almoço.

34 comentários:

  1. kkkkk sensacional, vc consegue nos fazer pensar e rir ao mesmo tempo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jacques! Creio que se soubéssemos a procedência de todos os alimentos ingeridos, não comeríamos a maioria. Abraço e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  3. Nhac! Chomp, chomp! Quer ver um nome feio de doer? Nhac! GLUTAMATO MONOSSÓDICO. Nhac! Isso aí dizem ( um monte de nutricionistas) que é veneno puro. Nhac! E está presente em um monte de alimentos. Nhac! Chomp, chomp. Eu sempre me lembro do documentário "SUPER SIZE ME - a dieta do palhaço" quando se fala em alimentação e em testes, marcas de fantasia (TM), conservantes e lendas urbanas como carne de cachorro no hamburguer. NHAC! Bom...ainda bem que eu não como (mais) essas coisas, principalmente em fast food. Mas como é difícil resistir àquele amendoim japonês made in Blazil. Tem glutamato. Gozado, por falar em japonês, o cara que criou o glutamato monossódico foi o dono da AJINOMOTO - e que nome legal, né? AGE-ATÉ-NO-MORTO, costumávamos dizer sobre o forte tempero. Nhac!

    Abraço, Jacques! Desculpe não oferecer um teco, mas sacumé...NHAC!

    ResponderExcluir
  4. Jacques, guri de Pelotas!
    Acabo de voltar de meu hábito semanal e familiar no 'shoppingcents' de provar sem culpas um 'macdrogafeliz', também um 'bigmacdroga' e de sobremesa um 'sorvetedrogafeliz', e te digo, comer sem culpa e sem saber o que se está comendo, faz um tremendo bem para a saúde, afinal, a ignorância é uma bênção. Além disso, já provei esse maccoisa em vários países, e posso afirmar, é praticamente a mesma coisa e gosto em todos lugares, de continentes diferentes, que fui, e mais, nunca passei mal com isso, e nunca esqueçamos, às vezes uma simples saladinha verde e crua mal lavada pode dar toxoplasmose.
    Então, tudo é relativo, até a seriedade, relativa seriedade!

    Parabéns, muito bom! :)

    Abração e ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  5. Jacques,

    Trash foi giro. Agora há pouco li o artigo da Joicy em que consta foto do Zé do Caixão, ele foi fero na coisa.
    Comida gostosa e saudável, se pudesse comia todo dia, para mim é: arroz + feijão + farinha de mandioca + 3 ovos fritos + alface. Eu misturo tudo picando bem a alface, e como a maçaroca. O gosto é muito ótimo, pode experimentar. Garanto, vc vai querer sempre.

    fraterno abraço
    Marcos

    ResponderExcluir
  6. Olá!Bom dia!
    Tudo bem, Jacques?
    Compartilho:você faz pensar e rir!
    ah... essa técnica publicitária insidiosa e atordoante.Faz com que preparamos cada vez menos o que comemos, perdemos os sentidos dos alimentos, comemos mal e rapidamente e, sobretudo, não controlamos e não sabemos o que comemos... fora os produtos químicos com nomes que assustam...
    Bom domingo!
    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Saber de que é feito e como é feito é difícil.
    O certo é comer e fim.
    beijos!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Oi Jacques
    Passei aqui para agradecer a sua visita lá no blog do nosso amigo Evaldo em "Vivendo,revivendo, refletindo, desenhando" por tão maravilhosa postagem a mim dedicada. Embora não seja merecedora de tão delicado carinho, agradeço o prestígio.

    Vou voltar , como também disse a Cissa para rever seu inteligente diálogo com o carinho que você merece. Até mais.

    Um lindo domingo para você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Jacques,

    Tudo bem? Esse seu texto deve ser passado para as amigas nutricionistas, pois aumentariam os seus ganhos com uma relação mais harmoniosa com a dieta.

    Eu procuro não comer em Mac Donald's e procuro me regrar durante a semana, pois entendo que o hábito faz o monge. Reconheço que há exceções em relação a quem nunca se cuidou, mas prefiro ficar com as recomendações padrões e tentar ser feliz com proteínas inimigas de carboidratos.

    Beijos e boa semana!

    Lu

    ResponderExcluir
  10. Oi! Como já escreveu um outro leitor aí em cima, se parássemos para pensar em tudo o que colocam na comida que é vendida, muita gente começaria a tentar viver de luz - e não estou falando do suco.

    Boa semana!

    ResponderExcluir
  11. Oi amigo Jacques!

    Tudo bem?

    Acho que tens razão. As pessoas comem lixo e nem sabem que o estão comendo.

    Muito bom teu texto. Gostei e partilhei no Google+. :)

    Fico contente por teres resolvido o problema do pc, afinal se calhar não um bug no blog mas um vírus no pc. Qualquer problema podes falar comigo. Afinal, sou eu quem limpa os pc's cá em casa. São 4 ao todo e posso ensinar-te a proteger o blog de plágios. Queres?

    Um beijo e obrigada por me dares os Parabéns,

    Cris Henriques

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkkkkkkkkkk
    Muito bom, curti os nomes.
    Abç

    ResponderExcluir
  13. Olá amigo Jacques
    Aprendi em uma lição muito amarga por comer coisas que não sei o que é e muito menos como são feitas, uma bactéria que tirou minha paz por semanas, sendo furada a todo instante, depois disso tomo muito cuidado em o que vou me alimentar.
    Cuidar de nossa saúde não é nada mal.Como sempre adorei seu divertido e informativo texto. Um grande abraço e uma boa semana. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  14. Querido amigo Jacques

    Concordo com vc saúde não tem preço.Muito bom.Amigo Boa Tarde
    Me me faça um favor entra no meu blog e me diga se vc esta tendo dificuldade em entrar. Pois tirei aquelas letrinhas porque algumas pessoas não estavam conseguindo deixar recadinhos. Uma feliz semana. Com carinho.
    Ana Brisa

    ResponderExcluir
  15. Oi Jacques
    Vou dizer o que sempre digo. Adorei! Dei muita risada e refleti também. Eu consegui com que meus filhos não fossem hipnotizados pelo bonequinho maquiavélico, mas o mc lanche infeliz, é difícil competir com ele, aquele brinquedinho irritante que custa uma fortuna e não serve prá nada. Concordo plenamente com o gosto do sanduíche, prá mim tem gosto de isopor kkkkkk e não alimenta nada mesmo.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  16. Eu tenho um grande problema... vivo falando mal das BOBporcarias e MAClanchesINfelizes que vemos por aí, mas sempre acabo me rendendo à eles. É tããããããããooo difícil... tãããããão difícil resistir!!! Minha sorte é que meu filho nem gosta desses sanduichicletes(já viu que eles parecem borracha!?!?!?)... o que ele curte mesmo é o tal sorvetinho! Quem não curte!?!?!?!?!?

    bjks
    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  17. Olá Jacques,
    Mais uma vez aqui e encantado com o seu post!
    Cara, comecei a ler comendo um nugets da turma da Mônica, comprei até pensando ser mais inofensivo... Dai bateu a curiosidade de me perguntar, assim como no seu texto, o que de fato estou comendo? É tanto nome específico que não faço a menor ideia do que seja, mas será que ao menos tem frango de verdade? Mas e a embalagem da Turma da Mônica? Dai lembrei que o tal glutamato monossódico faz muito mal e tem nesse produto também... E infelizmente, assim como os engordiets das grandes redes que citou, tais produtos fascinam nossas crianças ( e nós também, rsrsrsr....) Isso deve explicar crianças de 14 anos hipertensas e com níveis de colesterol nas estrelas!

    Belo texto!

    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Critica <--

    ResponderExcluir
  18. Olá, Jacques!
    Meu amigo, eu dou muita risada com os seus textos! São muito bons!
    Acho que 70% do que comemos é propaganda, o restante é sabor e qualidade.
    Mas como aprender a selecionar? A correria nos impede de prestar atenção até mesmo nisso.
    Por sorte, tenho medo daquele palhaço do Mc "alguma coisa"...
    Beijos

    PS: Quanta gentileza em suas visitas, meu amigo. Não tenho como agradecer tamanha atenção!

    ResponderExcluir
  19. Olá!Boa noite!
    Tudo bem por aqui?
    Jacques!
    ah..já comentei, ou tentei, acima...
    ...só agradecendo o carinho da visita e desejando uma ótima quarta feira!
    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Eu não sou fã dos MacsFast foods que existem por aí, também pudera, em quase nenhuma dessas franquias não há nenhuma opção para vegetarianos. O único que eu ainda visito com certa frequência, principalmente quando estou fora de minha cidade, é o Subway, gosto da ideia de eu mesmo montar meu próprio sanduíche e de colocar nele apenas aquilo que eu sei o que é.

    Mais uma vez seu post foi excelente meu caro, invejo a sua habilidade de sintetizar em diálogos bem humoradas, aparentemente inocentes, críticas consistentes e pertinentes.

    Abraços Jacques!

    ResponderExcluir
  21. Grande amigo Jacques,
    Muitos comendo só aprendem a comer mais e não comer melhor, ou seja mais saudável; outros seguem a paranoia das dietas chegando a comer somente coisas leves (isopor, algodão doce, clara em neve, pipoca), mas logo voltam a engordar num vai-e-volta pior que a sanfona do Gonzagão. Dizem os nutricionistas que devemos ter alimento balanceado, mesmo que não passe pela balança (rs).
    Como sempre, o diálogo da dupla é risível, porém muito sério em suas questões e questionamentos.
    Sua versão para as siglas é de uma engenhosidade ímpar.
    Comentarista esportivo fã de Dadaísmo deve ser pior que o Neto.

    O texto está brilhante, amigo!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  22. Olá Jacques,

    Engordiet, rsr

    Seus textos são muito criativos, esse em especial me fez rir e claro refletir, rs

    Abçs

    ResponderExcluir
  23. OI JACQUES!
    ENGRAÇADO TEU TEXTO.
    MAS, QUEM O LER NA CERTA FICARÁ PENSANDO, PRINCIPALMENTE A RESPEITO DO QUE SE COME POR AÍ.
    ABRÇS,
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  24. Se a aparência é boa (kkkk), vamos lá! Embalagem bonita, alimento chamativo... Como nos remédios, melhor não ler a bula. Aliás, conversa de nutricionista nem consigo acompanhar. Isso pode, isso não pode. Mas o que pode não deve ser adicionado a outro alimento. E por aí vai. No final, saímos mais ignorantes e inseguros do que quando entramos no consultório. Já ri e muito de sua postagem. Ela não faz mal a ninguém!!!!! Bjs.

    ResponderExcluir
  25. Oi Jacques

    A criatividade aqui é espantosa!

    Maldita engenharia de alimentos, malditos lucros.

    Beijos

    ResponderExcluir

  26. Olá Jacques,

    Confesso que se não fosse a força de vontade eu me deixaria levar pelas tentadoras propagandas de determinados produtos. Não gosto de comer nada fora de casa, mas quando é inevitável opto sempre pelo básico. Se você for muito detalhista com os cuidados com aquilo que você ingere na rua, você decididamente passa fome. O jeito é observar se a aparência convence e arriscar (rsrs).

    Excelente!

    Obrigada pelo carinho das visitas.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir

  27. Oi Jacques!
    Rapaz..acho mega sensacional a forma como você consegue escrever esses textos..carregados de humor inteligente mas que nos fazem também pensar. Meus parabéns! Espero um dia poder escrever tão bem quanto você.
    A Bienal do Livro é um mega evento...ocasionalmente ocorre de ver autores internacionais..infelizmente quando a Anne Rice veio para cá foi na bienal do RJ...(droga!droga!) mas eu evito esse lance de pedir autógrafos porque sempre é muita gente e filas intermináveis...acho que só encararia isso se fosse pela Anne Rice ou pelo Dan Brown porque outros autores que gosto já estão mortos...
    Opa, estou surpresa de você conhecer o anime Tenchi Muyo e também o programa em que ele era exibido na Band...bons tempos! Os “coelhos se não me engano eram Rhyohky e KenOhky =p. Ah eu ri muito do comment no face sobre a “idosa restauradora”..uma artista além de sua época KKKK.
    bjs
    bjs

    ResponderExcluir
  28. Jacques! Parabéns pelo texto super inteligente, bem-humorado, meio que sarcasticamente falando, rsrsrsrs! Criativo e bem elaborado! Adorei! Desculpe a demora em responder!....
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Muito bom, Jacques.
    Concordo co a Vera, eu "quase não como fora rs , pois é!...Muito "caro e ruim, eu acho!
    Nem sorvete de MacDonalds me faz bem, me sinto toda culpada se comer esses trecos; gosto do feijão c arroz da Escola, já acostumei, alguém já disse: "o hábito faz o monge"" fazer o quê?
    A comida de casa é tão boa e o povão acha chique comer fora!! Cruzes!
    Mas...na verdade, meu dinheiro não dá pra isso.
    Espero q estejas bem;
    um final de semana de Paz e muita "saúde pra ti.
    beijo

    ResponderExcluir
  30. Infelizmente somos produto do marketing, de tudo o que consumimos mais da metade é por influencia, e não por vontade própria.
    Na verdade não comemos com a boca, mas sim com os olhos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  31. Olá,
    Passando para desejar uma ótima noite de sábado e um excelente domingo. E vou lhe dizer: achei magnífica essa postagem; diálogos narrativos, além de sugestivos e inusitados, extremamente hilariantes; deu-me prazer ler... Parabéns pela originalidade e criatividade!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  32. Jacques
    Menino inteligente
    Já comecei a rir desde o início.
    E a gente come "res" a todo momento sem saber.Tem um restaurante aqui que sempre íamos comer .A comida é deliciosa, mas um dia desses a minha filha que faz nutrição entrou na cozinha para fazer uma pesquisa de trabalho da faculdade. Segundo ela, estava tudo limpo e não aparentava nada de anormal , nem mesmo o trabalho dos funcionários.
    Quando ela se preparava para sair, flagrou um deles despejando na panela o resto da carne do prato de um cliente . Apesar da indignação teve que engulir em seco porque não lhe cabia chamar a atenção. Daí se resume os hamburguidos. Volta á sua mesa com "aji" que quer dizer sabor em japonês em tabletes, pozinhos e outros diferentes gostos. Sabor de quê de VIDA ?
    Um bom domingo
    bjs

    ResponderExcluir
  33. Olá Jacques, não pude deixar de comentar nesse. O apelo da mídia muitas vezes tenta empurrar(literalmente) um produto por nossa goela abaixo. Nem sabemos do que é feito, se faz bem o mal, se foi testado em alguém. Enfim, dificil saber o que comemos por aí. E também porque comemos... Quem disse que o GrandeMac é gostoso? rs

    Abraço. Bom domingo.

    ResponderExcluir