sábado, 19 de novembro de 2011

Mito lógica



Em algum lugar da Grécia, nos tempos da mitologia, um jovem está acabando de sair de um rio que havia atravessado, quando, não mais do que de repente, em um clarão luminoso, surge na sua frente uma figura imponente, cercada de um brilho majestoso. A figura olha para o aparvalhado jovem e fala:

- Você acabou de conspurcar a divindade de meu local sagrado! Por esta infâmia, eu, Alfeu o Deus-Rio, lhe castigarei, desprezível mortal!

- Mortal? MORTAL? Mortal foi este susto que vossa divindade me deu, isso sim! Se quer matar, mata logo, não fica dando susto! E como é que eu vou saber se o rio é seu? Custa muito colocar uma plaquinha, que seja? E porque Alfeu? Seu pai queria lhe chamar de Alceu, mas tinha a língua presa, é isso?

- Você tem muita coragem em questionar uma entidade detentora de poderes além de sua compreensão, criatura insignificante. Seria isto coragem ou desespero? Não importa. Eu o castigarei de forma que suas ridículas dúvidas existenciais mortais nada passem a significar. 

- É que já que deixei vossa divindade enfurecida, pior minha situação não pode ficar. E todos, até mesmo os deuses possuem dúvidas existenciais, não?

- Hmmm... É verdade. Agora que mencionou, eu tenho cá minhas dúvidas, sim.

- Ótimo, seu deus! E quais seriam?

- Nãos sei se transformo você em uma pulga ou em uma lesma, ser inferior.

- Só porque eu atravessei seu rio? E não sou inferior, não senhor. Tá, neste caso sou, mas o senhor entendeu. E não é nada fácil para nós mortais tentarmos levar nossa já difícil vida com vocês deuses nos punindo por cada mínima coisa que fazemos. É a folha de capim “sagrada”, é o pedregulho “sagrado”... Tudo pra vocês é sagrado, exceto a vida humana?

- Não exatamente, mortal. Fazemos aquilo que devemos. Castigamos os mortais para que eles nos temam e saibam seu lugar na ordem social pré- estabelecida.

- Estabelecida por quem?

- Estabelecida pelo... Ahn... NÃO INTERESSA! Você faz perguntas demais! E chegará a hora em que parará de fazer isso!

- Porque... Eu vou... Encontrar as respostas? É isso?

- Não. É que pulga não fala! Eu vou castigá-lo para que você sirva de exemplo para que os demais mortais aprendam a não desafiar os deuses.

- Um momentinho seu Alfeu. Se os senhor me transformar em águia...

- PULGA!

- Bem, não pode me culpar por tentar, não é? Se vossa entidade fizer isso, quem vai contar para as demais pessoas que não é permitido atravessar o rio aqui?

- Bem... Ahn... O... NÃO IMPORTA! Não irei desperdiçar minha onisciência, que me permite saber o passado, presente e futuro respondendo a perguntas de um mero mortal! Eu vou...

- Um momentinho só, seu deus. Como funciona essa coisa de onisciência?

- Deuses, me dêem forças. Ela nos é fornecida por uma capacidade divina chamada teovisão, ou, como gostamos de chamar, tv.

- E dá pra ver o futuro nessa coisa? Mesmo? Então... Quem vai vencer o Campeonato Pan Distrital de esfera-chutada entre Coríntios e Atlético Macedônico?

- O Coríntios, pois...

- O magistrado de regras vai dar uma ajudinha. Eu já sabia que... Espere aí, seu Alfeu. Porque um deus cheio de afazeres fica à espreita esperando pra castigar quem passa em um mísero pedaço de rio? Não tem mais nada pra fazer não, é?

- Bem, agora que perguntou, não. É que vocês mortais não fazem ideia de como nossa vida é entediante lá no Olimpo. É sempre a mesma paisagem de nuvens e raios de sol e, sinceramente, pernil de porco feito de ambrosia com suco de frutas feito de néctar enjoa após alguns milhares de anos...

- Ahn... Então é isso? Vocês deuses sentem tédio e... Inveja dos mortais, esta é a verdade?

- E porque teríamos inveja dos mortais, mortal?

- Porque somos mortais, e isso nos impele a vivermos intensamente cada dia de nossas vidas, já que sabemos que ela terá fim.

- E é isso que você faz? Vive intensamente? Eu acho que não...

- Vossa entidade assiste muita tv, não? Eu... Até poderia viver intensamente, se...

- Se?

- Se vossa divindade não fosse me transformar em cavalo!

- Pulga, já disse. E porque quer ser transformado em cavalo, agora?

- Para ajudar meu pai, Anfitrião, na lavoura. Ele...

- Espere um pouco aí... Você é Hércules, filho de Anfitrião e Alcmena?

- Sim, como sabia? Ah, desculpe. Viu na tv. Mas que importância tem isso?

- Bem... Digamos que o futuro lhe encarregará de lhe dar esta resposta. Vamos dizer que Zeus tem grandes planos pra você rapaz.

- Meu Zeus!

- Exatamente. Um dia você saberá tudo sobre Zeus e suas “desventuras amorosas”, já que, depois de ele estar casado com Hera por... Eras... Sua fidelidade conjugal meio que...

- Já era?

- Há! Muito bom! Gostei de você, rapaz. Isso mesmo, e como ele é o, desculpe a expressão, manda chuva, ninguém o questiona. Err... Vamos esquecer nossas desavenças e nos sentar à sombra, sim?

- Está certo, seu Alfeu. Se a raiva do senhor passou e não vai mais me transformar em nada, tudo bem. Só mais uma dúvida.

- Diga, meu jovem.

- O que está passando na tv?      

31 comentários:

  1. Nossa! Isso foi fantástico! Dificilmente eu vejo nas histórias mitológicas clássicas diálogos tão inteligentes e ágeis. Além do humor presente, que quebra com aquela formalidade dessa era.
    Hoje em dia, todos tem tv e nem por isso são oniscientes... será que desaprenderam como se usa???
    Não estou fazendo média. Ficou muito bom, de verdade. Até a próxima.

    ResponderExcluir
  2. Como eu acabei de ti falar pessoalmente, muito bom Jacques!

    ResponderExcluir
  3. Como "feu" significa escuro, e "A" é a negação da escuridão. Alfeu, em grego,quer dizer "Claridade", oposição à luz, tal como um lago límpido ou, no caso, um rio de águas límpidas...
    Adorei o seu conto, realmente bem criativo e que cumpre com de forma bem humorada toda a verdade vendida pelo mito... Adorei mesmo!!!
    Um abraço e amigão!!!

    ResponderExcluir
  4. Fantástico!!! Adorei esse diálogo! É bem aquela coisa do "Divino" ser maior, respeitado... Mas porquê? Quem disse que somos menores?

    E a sacada da televisão também, foi ótima!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Jacques,
    pois é, acho que não existe ser humano que não gostaria de fazer uma discussãozinha com um a Divindade, não?
    Alceu, Alfeu... gostei.
    Muito bom!
    Grande abraço e um excelente domingo!

    ResponderExcluir
  6. Poxa, legal mesmo sua "desconstrução" dos mitos, de certa forma você se posicionou diante da mitologia como um todo, tal como o indivíduo que questionou a autoridade da divindade desconhecida! Parabéns pelo Blog! Forte abraço!

    ResponderExcluir
  7. afinal a tv também pode salvar, hein? :)

    jacques,
    esta alegoria é deliciosa! só tu consegues criar intertextos tantos e tão plurais, sempre regados com um sentido de humor ímpar! e esta ideia de que o poder é inquestionável (porque fundado no silêncio e na ignorância dos que servem, acabando por se desmoronar apenas com as perguntas certas) é um emblema das sociedades atuais (mesmo daquelas que se dizem democráticas).
    um abraço, neoprometeu!

    ResponderExcluir
  8. Meu querido Jacques... adorei seu texto. Amei o humor, com aquele super fundo de “verdade”... Me permita fazer algumas “marcações”:
    “Castigamos os mortais para que eles nos temam e saibam seu lugar na ordem social pré- estabelecida.” Esta frase está tão cheia de lugar-comum!!! rs... parece que já vi esse filme antes, porém com outros artistas!

    “Você faz perguntas demais!”... pensei que era eu, a personagem de seu diálogo. Kkkkkkkkk

    “Campeonato Pan Distrital de esfera-chutada entre Coríntios e Atlético Macedônico”... Estou torcendo feito uma doida, para o Atlético Macedônico.. hihihihihi... Se eu pedir aos deuses, será que me ajudam!? o.O ... É que meu Vaixxxxcão está precisando dessa forcinha! hahahahahaha

    “É que vocês mortais não fazem ideia de como nossa vida é entediante lá no Olimpo.” Eu sabia... eu saaaabia... não é a toa que, por qualquer coisa, todo mundo é ameaçado de ser queimado no ‘mármore do inferno’! Aiaiai... Até minhas tatuagens já entraram nessa birra dos DEUSes alheios... uiuiui

    Adorei seus trocadilhos... hera... eras... já era(entre outros). Sem contar no poder de persuasão que o jovem rapaz (Hercules?? Eita... me pegou de jeito, essa descoberta!)

    Então, o jeito será continuar vivendo a vida intensamente, pois um dia ela chegará ao fim... (claro, qdo a moderação pede passagem e eu abro alas... afinal, não custa dar uma freada, de vez em quando! Não dá pra ser inconsequente. :D)... E, assim, continuarei seguindo... Obrigada por partilhar essa deliciosa leitura!!

    Qto ao seu comentário lá no bRog Umas e outras... então quer dizer que o sinhô gosta de Type O Negative!!?? Que legallll... Eu acho a voz do Peter uma belezura(tá, não só a voz... aiaiai... *suspiros*... ok, ok, ok... parei! Passou meu momento “muiézinha fútil”). Fiquei muito triste com a morte dele. Uma grande perda para a cena Metal.

    Kkkkkkk... não vi o Jaime no twitter. Fiquei imaginando como deve ser esse rapaz, em dia de tensão total de jogo! Hahahah... curiosidade! Kkkkk

    Duas redes Sociais dá pra administrar de maneira tranquila! Eu ainda tenho o falecido Orkut. Vira e mexe eu continuo tentando ressuscitar o coitado, em mesa mediúnica! Hahaha... sou teimosa! Mas, tenho uma explicação pra isso. Há algumas comunidades por lá(poucas...) que eu gosto muito e, volta e meia eu dou uma passadela por aquelas bandas! Mas, essas visitas são raras. Minha praia mesmo se chama FaceBook... aquela ali sim, é minha segunda casa! :D

    Pois é, estou acompanhando TWD e tenho me frustrado. Os últimos episódios melhoraram significativamente. Mas, não está tão bom qto a primeira temporada. Super amei a dica para baixar os quadrinhos. Já ouvi falarem super bem deles. Bjão e ótimo domingo... :)

    ResponderExcluir
  9. Alfeu é esquisitão, que implicação com Hércules... Alfeu, como bom manjador, inventou pretexto para conversar com o marombeiro!

    =D
    Satoru

    ResponderExcluir
  10. Oi Jacque..obrigada pela visita.
    Vou voltar amanhã par ler e comenttar ta?
    Meu olho não quer ficar aberto..

    Um beijo..

    ResponderExcluir
  11. Jacques, beleza esse dialogo, perspicaz e delicioso de ler.
    Pulga ou lesma, eu nem sei qual é a pior. Agora entidade que assiste muita tv, foi o ponto x rs.
    Você é o maximo, um excelente escritor. O sucesso está a tua espera! Ótima semana cheia de coisas especiais e muitas energias positivas nos seus dias. Beijos grande!

    ResponderExcluir
  12. Jacques voltei pra agradecer, e dizer que és um excelente escritor, e já sou sua fã desde o primeiro post seu que eu li... Imagino o quanto deve ser trabalhoso escrever esses diálogos, mas você é muito bom nisso... Você tem uma criatividade impecável ... Você já e sucesso! Parabéns, parabéns!
    Bjs e ótimo começo de semana.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Jacques!
    Cara, sou aficionado por mitologia. Seu conto satírico está muito bem tramado. Contém conhecimento mitológico, histórico, geográfico narrado num diálogo de alto nível com humor de primeira. Esses questionamentos nos fazem refletir sobre o papel da cultura fútil de nosso cotidiano.
    O jovem não tem só força, mas também sabedoria e se Alfeu o transformasse em pulga, ficaria com ela atrás da orelha.

    Parabéns pela cultura!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Olá, JACQUES, vc escreveu uma coisa interessante “ela define nossas vidas”... O ser humano tem grande necessidade de encontrar a felicidade, mas, como vc mesmo citou tem gente que só dá valor, depois que perde. Aliás, alguns sequer conseguem reconhecê-la, talvez pq estejam procurando da forma ou lugares errados. Acredito que seja bem aquela historinha altamente clichê, de aproveitar as coisas simples da vida. Clichê sim, mas verdadeira... aí, vem a choradeira que vc expôs, muitas vezes, que vem muitas vezes tarde demais...Eu optei por encontrá-la nas coisas simples. Acho que isso é imprescindível para que a gente não sofra desnecessariamente.

    Fui correndo dar uma curiada nos outros textos de seu blog. Vou lendo aos poucos.

    Ah, sobre o “rock mais ou menos calmo” eu tbem curto demais. System Of A Down tem sido uma banda muito escutada aqui em casa. Marido sempre gostou, mas eu comecei a ouvi-los há menos de um ano. Os caras são muito bons...

    Estou me esbaldando com o site que vc indicou. Ansiosa para ler as HQs de TWD. Kkkkk... Virar corintiano? Pô... isso sim é final tráááágico!!! Nem me fale de Corinthians, aqueela desgraça passou a maior raiva em todos aqui de casa, ontem... precisávamos da derrota do “cuuuuurintia”... Vaixxxcão ta com urucubaca, só pode! :/
    Grande abraço e excelente semana pra vc... :)

    ResponderExcluir
  15. Li sua postagem ontem e fiquei refletindo sobre ela. Pode merecer interpretações diversas, inobstante o humor que sempre coloca em seus textos. O poder não dá características divinas a ninguém. Todos são susceptíveis ao malogro, até quem se sente protegido dele. Nossa sociedade demonstra bem o que você traduziu. O respeito e a amizade acabam não decorrendo de afinidades reais, mas daquelas ocultas na falsam ideia de igualdade abraçada por quem tem a ilusão do poder absoluto.
    Parabéns, amigo! Você é excelente!

    ResponderExcluir
  16. Jacques. Este post é genial para repensar as certezas missionárias de muitos a fim de ceder lugar ao pensamento lógico. Muito obrigada pela visita. Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Fantástico Jacques.

    Adorei a teovisão rsrs sacada ótima

    Este seu humor crítico e inteligentíssimo é bárbaro

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  18. Jacques, meu caro! Se um dia você resolver lançar um livro do tipo "desmistificando a mitologia", eis aqui o seu primeir e mais ardoroso leitor. rsrs. Muito bom!

    PS: Isso me fez lembrar de outros mitos. Foi um carioca com toda a sua irreverência falando para o Papa, num encontro lá em Roma: "Fala, Santidade! Que é que tu tá mandando, meu guru? hahahha!

    Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  19. jacques, Dessa vez, você nos levou pelos maravilhosos caminhos da mitologia grega e de uma forma bem-humorada através de uma sátira muito bem montada. Maravilhoso! Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  20. Um conto dorável que me encantou.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  21. Olá, Jacques!

    Por Zeus!
    Ave, tv!
    No Olimpo tinha muitos deuses.
    Na tv tem muitos canais.
    Num deles deu recentemente que os deuses podem ter sido ETs.
    Aliás, em 1968 foi lançado um livro chamado “Eram os Deuses Astronautas?”
    Ave mitologias! E são tantas por aí.
    E Platão já havia escrito “O Mito da Caverna” para desmitificar os mitos.
    Mas eles continuam, para serem desmitificados. E demora...
    Bom mesmo é ler as suas crônicas. Divertidas, relutantes, repletas de verdades, colocadas com irreverência e sutileza para exercitarmos o raciocínio.
    - “O que está passando na tv?”
    Legal, Jacques.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  22. Oi Jacques,passando pra te desejar uma excelente semana cheia de coisas especiais. Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  23. Vim desejar-lhe ótima semana,Jacques. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  24. Jacques, tudo bem?
    Tá sumido, ou...
    tá sumido?

    Espero que esteja tudo bem!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  25. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

    Eu ri horrores aqui! O que não faz um pai influente hein? Beijocas Jacques!

    ResponderExcluir
  26. Jacques

    vim deixar-lhe um abraço e o desejo de um Feliz Natal para você e sua família. Beijos!

    ResponderExcluir
  27. hehehe muito bom, especialmente nessa época de filmes mitológicos: furia de titãs, imortais...

    abração!

    ResponderExcluir
  28. Ai Jacques,
    pelo menos manda um e-mail dizendo algo, tá bom? Estou preocupada... abraços.

    ResponderExcluir
  29. Olá, amigo Jacques!
    Vim para te dizer que estou sentindo falta de tuas singulares postagem onde a sabedoria e humor se encontram maravilhosamente bem.
    Espero e desejo que esteja tudo bem contigo e com tua família.

    Abraços fraternos do amigo!

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bem?

    Meu nome é Daiane e estou visitando a sua página a fim de lhe convidar para conhecer o meu blog, "Escritos e Vida". Nele há resenhas literárias, contos, opiniões e escritos que escrevo sempre que quero "parir" um texto. Espero que possa conhecer minha página e, quem sabe, seguir meu blog, para que assim possamos trocas experiências e interpretar a vida através de vários focos. Afinal, assim aprendemos sempre.


    Escritos e Vida

    www.escritosevida.blogspot.com

    Atenciosamente,

    Daiane.

    ResponderExcluir
  31. Fala Jacques!

    Primeiramente obrigado pelo comentário!

    Eu gosto pacas de seus contos, mas estou esperando pra ver um que tenha outro cenário, isto é, fora da Grécia Antiga.

    Quanto a sua dúvida, eu estou lhe passando o html por e-mail, pois não está aceitando transmitir por via de comentário.

    Grande Abraço!

    PS: Cara, seu perfil é muito legal mesmo!

    Anselmo

    ResponderExcluir