sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Novos tempos



- Esta aqui é a sua cela, seu Rouberval Furtêncio! O Sr. terá de...

- É DOUTOR Furtêncio, sim!

- Mesmo? Doutor é quem tem doutorado. Ou médico de filme ou seriado norte-americano. E o Sr. é Doutor em quê, G.O.L.P.E. (Geração Ordinária de Logro e Prejuízos Endêmicos)? Por favor. Como eu estava dizendo, terá de compartilhar sua moradia com mais alguns de seus... Aham... Companheiros de profissão... Que... Bem... Podem querer roubar um pouco de seu tempo quando...

- Olhe aqui, rapaz, você sabe com quem está falando?

- Sei, sim, seu Furtado, eu assisto TV, sabia? Se bem que foi meio difícil reconhecê-lo, já que o Sr. estava usando um saco de lixo para cobrir o rosto na hora de sua prisão.

- MINHA prisão, exatamente! Hnf. Bons tempos em que as pessoas entendiam com quem estavam lidando. E eu usei aquele saco de poliestireno reciclado como uma forma de mostrar que, mesmo diante dificuldades temporárias, eu - e meu partido - estamos pensando no meio ambiente, no clima, no verde...

- Acho que o único verde que o Sr. se preocupou nestes últimos anos foi o dos dólares e euros de suas contas no exterior. O Sr. poderia ter disfarçado melhor sua exorbitância monetárica já que casinha de cachorro, aliás, mansão do cachorro com heliporto e gerador de oxigênio próprios não tem como passarem despercebidos. Porque é que gente rica sempre tem de gastar dinheiro em exuberâncias sem noção?

- Sem noção é o tamanho deste cubículo! Por São Chateau Lafite, nem tem espaço pra adega!

- Pra... Dega? Quem é essa, sua secretária? Olhe aqui, seu Furtêncio, não pode ter secretária ou qualquer outro funcionário aqui não, porque, se tiver, os demais presos também irão querer e aí isso aqui vira uma bagunça maior do que o Congresso Nacional em dia de CPI.

- Bagunça é a forma como este país está tratando seus legítimos governantes, isso sim! Onde já se viu prenderem um político legalmente nomeado?

- Em uma... Democracia?

- Olhe aqui, rapaz, só porque algo existe no papel, não quer dizer que exista de verdade, sabia?

- É por isso mesmo que devemos lutar para que se torne real. E uma boa maneira de fazer isso é encarcerando quem abusa dos poderes que lhe foram - erroneamente - designados. E eu devo avisá-lo sobre seu parceiro de sela que... Err... He, he...

- O que foi agora? Irá tripudiar acerca de minha infame e desonrosa situação? Típico das classes menos abastadas.

- Nada disso, Sr.. É que é meio engraçado colocar um testa de ferro junto com o Tonho Testa de Marreta, que... Vamos dizer que costuma usar a cabeça para se livrar de seus problemas.

- Bom para ele. Vejo que não tenho alternativa senão me adaptar a esta nova realidade. Isso, é claro, até que o povaréu descalço se dê conta da barafúrdia que aprontou e nos peça perdão.

- Vai sonhando, seu Furtado. O Sr. está confundindo político preso com preso político e deveria aproveitar seu vasto tempo livre para repensar suas ações, não?

- Sem dúvida, funcionário anônimo. Se eu soubesse que algum dia seria indignamente encarcerado, teria liberado mais verbas para este setor. E deveria ter aplicado em ações, ao invés de esbanjar dinheiro em jatinhos e carros de corrida.

- Isso e as viagens para locais e festas absurdas, não? Em seu depoimento, o Sr. alega que precisava de verba administrativa para poder ir a um festival nacional de guloseimas destinado apenas a políticos? Meio difícil de acreditar, não?

- Mas é óbvio que alguém de sua estirpe jamais tenha sequer ouvido falar na Senadoce.

- Pode apostar que não. Mas e o que seus parentes devem achar de ver o Sr. preso?

- Devem ter aprendido uma valiosa lição, sem dúvida.

- Qual delas? Agir honestamente ou não abusar da boa fé alheia?

- Que nada! Devem ter aprendido a não serem pegos se a casa cair!

- Pelo amor do Santo Bom Senso, mas que... Pelo jeito, Vossa Megalomania não aprendeu nada, hein?

- Ora, mas... Como... Como ousa falar assim comigo?

- Bem... Você sabe com quem está falando?

- Ahn... Na verdade... Não.

- Teodoro Almeida Nunes! Guarda presidiário! Botafoguense, honrado servidor público - o que o Sr. deveria ter sido desde o início - e pai do Luís Alberto! Mais respeito comigo, hein?

- Ah, é mesmo, meu caro? Pois eu estou confinado neste cubículo hiperventilado sem meu colchão de penas de ganso paquistanês e sem um lustrador de cutícula decente! O que pode ser pior do que isso?     

- Tá vendo aquele radinho de pilha ali comprado em trinta e seis demoradas prestações? Pois é, eu posso deixá-lo tocando músicas de qualidade altamente duvidosa como Motorista e Passageiro ou Canhoto e Capenga o dia tooodo, toooodoooos os diaaaass. Entendeu?

- Err. Sim...

- Sim, SENHOR!

- Sim... Senhor...

- Muito bem. E não se esqueça de que quando estiver no banho de Sol e o diretor chamar, é para se reunir no salão central que você pode chamar de... He,he. “Men salão”.

- Argh... O que foi que eu fiz para merecer isso?

- Você quer as razões em ordem alfabética ou alfa-numérica?

- Não, obrigado. Senhor...


Normalmente não escrevo sobre temas específicos, mas o que vem ocorrendo no cenário político nacional me levou a criar este diálogo.
E me resta esperar que a Justiça continue a exercer seu papel.
Para maiores informações, deixo o link.

23 comentários:

  1. Adorei este diálogo, principalmente o guarda presidiário, muito articulado e sagaz e seu ameaçador radinho de pilha.
    Seria bom se a corrupção, aquela grande gestada e nutrida por tantos poderosos, desse cadeia sem dó nem piedade. Enquanto a justiça não acontece, sentimo-nos de alma lavada pelo menos no setor humorístico.
    Abraços, Jacques!

    ResponderExcluir
  2. haha... essa de confundir político preso com preso político... aff! É ruim, né?
    Mas bem isso mesmo Jacques. Sorte que temos o humor, e o humor vence tudo! E o bom humor é aquele imbuído de crítica, que neste momento político, mas em anteriores também, tão necessário, por ser uma forma leve de alerta, sem causar hipertensão :)
    Muito criativo, como sempre, assim como, neste caso, mais que atual, eu diria muito atual e oportuno post, meu caro. Parabéns!
    Depois dá notícias do livro.

    Obrigada pelas palavras por lá, pelo depoimento, respondi a ti, assim como a todos amigos no blog.

    Abração e ótimo dias!

    ResponderExcluir
  3. Eu ia começar a escrever exatamente do jeito da Ana! A galera tá confundindo tudo... político preso se achando um preso político. Seu texto fez uma ótima analogia. Como sempre, arrasou.

    Ando tão descrente... decepcionada, Jac! Tão cansada dessa política imunda que permeia o nosso país!

    Tenho passado por momentos tensos aqui em Gyn. Estive numa greve(que está suspensa temporariamente), ocupei a câmara municipal por 13 dias(com meus companheiros de profissão), gritamos para todos os cantos que não iremos aceitar que nos desrespeitem... mas, no final das contas, o prefeito só faz o que ele bem entende!!!!! Contudo, apesar de toda a decepção, espero permanecer firme na luta! Vamos ver no que vai dar, né?!!?!??!?

    Saudades grandona de vc, querido!!! ;)

    bjks

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  4. Jacques,

    Eu, particularmente, gosto de Canhoto e Capenga... hahaaaa
    Boa crônica humorística.

    =)
    Marcos

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa noite, Jacques!
    é melhor mesmo que encaremos, tudo, com bom humor, mesmo que o "tema" seja sério...eu , também, parto do princípio de que a nossa Constituição não diz que ‘todos temos os mesmos direitos’ ou que ‘todos temos as mesmas obrigações’ justamente para evitar que alguém alegasse que tem um direito mas não tem uma obrigação. E se todos somos iguais, não importa se somos políticos ou não, devemos carregar os mesmos direitos e as mesmas obrigações “sem distinção de qualquer natureza”...e que seja , ao menos, um honrado servidor público .Os réus (e parte da militância) insistem na tese de prisioneiros políticos porque esse é o padrão da ideologia. Só que, até o momento , funcionou o que deveria funcionar. AJustiça estáexercendo seu papel. O STF julgou e a Justiça determinou a prisão. Nenhum dos presos foi condenado por suas ações ou ideias politicas, mas por crimes outros (financeiros). Querem enganar-se a si próprios (e à militância), para demonstrar que não são corruptos...Benza a Deus!
    Agradeço pelo carinho,bom final de semana,abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá Jacques,

    Achei o diálogo formidável.
    Fico enojada só de me lembrar das cenas do Jenuíno e do José Dirceu acenando para seus 'fãs' no momento de suas respectivas entradas no prédio da Polícia Federal. Caras de pau! Ainda bem que chegou um enviado dos céus, de nome Joaquim Barbosa, para colocar freio nesta corja de políticos inescrupulosos e sem caráter. Eu, particularmente, acredito que eles não acreditam que cumprirão suas penas como qualquer cidadão comum. Espero, como você, que desta vez a justiça mostre a razão de sua existência.

    Adorei e ri aqui deste diálogo tão criativo, que nos aponta a cena hilária da 'incredulidade' e inconformismo de um político preso nos moldes de um cidadão comum, o que deveria ser regra.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Pois é, Jacques, esse tema está em alta ultimamente.
    Tem muito político preso (e não preso político) que acha que foi tirar férias num hotel zero estrela. É recurso e cara de pau que não acabam mais, e a prisão definitiva desses seres vai sendo adiada. Até parece que não sabemos de que lado a lei está. Você não sabe com quem está falando e nem com quem está lidando.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. hehehehehe Jacques, sempre com o humor em dias. O cara é um safado corrupto que ainda quer ter regalias e ser chamado de doutor. Somente nesse nosso país pra acontecer essas coisas. E quanto aos"doutores" me parece farta a nossa mesa de tantos habilitados e bacharéis querendo uma fatia do bolo. Nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo, administrador, etc aqui é doutor(a). E eu as vezes chego a perguntar onde fizeram o doutorado [sei que é meio constrangedor, mas essa história me da nos nervos].
    Mas um diálogo muito bom entre um mensaleiro e um servidor que honra sua profissão e botafoguense kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    bjkas doces querido!

    ResponderExcluir
  9. Oi Jacques!

    Só talento essa sua forma de fazer humor, criatividade é que não lhe falta, és fantástico. Onde vamos parar com tudo isso, essa podridão dos "doutores".

    Ando decepcionada com essa imundice e roubalheira que virou a política do nosso País. O povo da um duro danado batalha o mês inteiro pra ganhar uma mereca, e ainda tem que pagar a estadia pra esses canalhas na prisão. Isso é de amargar!
    Jenuíno e Dirceu pareciam que estava indo pra uma Colônia de Férias. Fiquei estarrecida vendo aquela cena de aceno aos fãs. Já viu o salário que Dirceu iria receber no hotel? Quantos cidadãos capacitados para aquele emprego precisando com urgência do trabalho e o “belíssimo Dirceu” querendo se dá bem até nisso, só não ficou com a vaga devido a represaria que podia sofrer.

    Beijos e ótima semana!
    Você andava sumido, fiquei feliz quando lhe vi por lá.
    Tem uma outra atualização!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Oi Jacques

    Não dá mais para não falarmos sobre política, pois o nosso desejo de pairar acima dessas podridões só facilita que elas continuem, quando um se expressa incentiva outros a se expressarem também e muitas vozes juntas produzem sons mais audíveis.

    Eu não consigo não falar em política em meus posts, mesmo tendo um blog de poesias e crônicas, estou hoje mesmo com um lá nessa linha política. Acho que não somos nós que nos envolvemos com a política, é ela que nos envolve, que entra em nossa vida, em nossa casa, em geral fazendo bagunça.

    Maravilhosa a sua crônica, maravilhoso este jeito inteligente e criativo de falar as coisas mais sérias e mais obscuras, com tanto humor e espirituosidade.

    O G.O.L. P.E. foi perfeito!

    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Olá Jacques!

    Este diálogo ficou genial, meu amigo. A sério!
    Parabéns! E o G. O. L. P. E. está demais.
    Infelizmente, este é um retrato muito próximo da cena política não só no Brasil, mas a nível mundial. É uma vergonha...

    Meu amigo, peço imensas desculpas por tardar em vir ler-te. 2013 foi um ano terrível no que diz respeito a vírus informáticos, para teres uma ideia já formatei o pc três vezes este ano... Enfim :(
    Agora está tudo bem. Voltarei dentro de dias para colocar os teus posts em dia.

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. OI JACQUES!
    SE FOSSE REAL, TODOS OS BRASILEIROS FICARIAM CONTENTES, MAS, SÓ NÓS, SABEMOS DAS FALCATRUAS, "ELE" NÃO SABE 3E NEM VIU NADA.
    MUITO LEGAL TEU TEXTO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá querido amigo
    Sabe que mesmo com humor este fato me irrita um pouco, como já fui funcionaria publica e quando se quer fazer a coisa certe vem um destes grandões e diz: "você sabe com quem esta falando?" esta frase me embrulha o estomago.
    Adorei a postura do carcereiro cabeça erguida de um homem honrado e trabalhador.
    Parabéns amigo, um brilhante dialogo, realmente o que deve acontecer na hora de ser trancafiado, sempre fico pensando o que eles pensam nesta hora.
    Aproveitando e agradecendo o carinho e companhia neste ano que esta já chegando ao final, obrigada por tudo e que Deus o abençoe com muita paz, saúde e harmonia. Um lindo e magnifico Natal. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde e um lindo sábado pra vc!

    Vim deixar meu abraço pelo ano todo que você
    esteve comigo, desejo que me 2014 nossa amizade
    permaneça sempre com muito amor e nossos sonhos
    e realizações venha com grande vitória, mais uma vez
    agradeço por tudo que ganhei nesse Blog , volto em janeiro
    Boas festas e um ano cheio de muita paz e luz!!!

    Rita!

    Ϡ₡ღ¸✿-:¦:-•´¯` ✻.¸¸.ღ♡ღ .¸¸.✻´´¯`•-:¦:Ϡ₡ღ¸✿-:¦:-•´¯` ✻

    ResponderExcluir
  15. Olá Jacques,

    Venho agradecer-lhe pelo carinho da companhia ao longo deste ano.
    Desejo-lhe ótimas festas!
    Que os nobres sentimentos natalinos sejam parceiros eternos em nossos dias e que o Novo Ano seja portador de paz e fraternidade para todos.

    Feliz Natal e Ano Novo!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  16. Muito bem bolado meu amigo, para variar - rsss.
    Só o título e a gravura já falam tudo, mas o texto merece 10, é mais do que brilhante.
    Tomara que seja sempre assim. E espero que as pressões altas e as influências não atrapalhem a justiça que o povo tanto precisa.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  17. Não lembro se chegaste e ouvir o meu conto de Natal que publiquei no ano passado.
    O atalho está lá no blogue. É só clicar na árvore de Natal no lado direto. É o Novo Natal de Nicolau.
    Tem uma publicação nova também.

    ResponderExcluir
  18. Oi Jacques!

    Amigo muito bom o dialogo . Gostei imensamente.

    Desejo à você amigo(a), um Natal constante na sua vida,
    nos 365 dias do Ano de 2014, repleto de Felicidades, Saúde, Amor e Paz.
    Que a nossa amizade perdure, mesmo que distante, nossos corações estarão
    unidos pela nossa amizade. Amizade não se compra e nem se troca, pois o Amor é gratuito.
    Não sobrevive uma amizade de aparências, e sim de respeito e Amor, de compreender, desfrutando
    dos altos e baixos da caminhada da vida
    O Amor de uma Amizade é o traço da União com Jesus, tecendo laços com Deus ao nosso lado.
    E, assim te digo: amigo que você permaneça sempre em meu coração, a luz divina seja eterna
    no decorrer do Ano de 2014 para todos nós.Nati Caetano

    Beijos e tudo de bom para você e família.Muita energia positiva em 2014.Vamos renascer
    sempre com Deus a nos guiar.Feliz Natal e um Ano Novo abençoado.

    Deixo aqui meu abraço

    Com carinho e amizade da amiga Nati

    poesiasdorecanto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oi Jacques!

    Hoje passei exclusivamente para agradecer o carinho, à amizade, e a tua presença nesse ano de 2013 no meu blog. O meu desejo é que em 2014 possamos estar juntos novamente.
    Desejo um abençoado Natal pra você e toda a sua família. Que os dias do Ano Novo sejam uma seqüência de profundas realizações e vitorias com fartas colheitas.
    Feliz Natal e Próspero 2014!
    Um Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Jacques, guri de Pelotas!
    Vim agradecer pelos comentários e desejar um Feliz Natal para ti e os teus, com muita união familiar!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  21. OI QUERIDO AMIGO
    Feliz Natal -
    As grandes conquistas da vida não são alcançadas em um dia. A vida se conquista com amor, coragem e perseverança. Que o seu Natal seja repleto de paz, felicidade e alegria. Aos amigos, clientes, parceiros e fornecedores, desejamos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações. Boas Festas! COM CARINHO
    ANA

    ResponderExcluir
  22. Jacques, desejo um Natal maravilhoso, que dele possam renascer os melhores sentimentos e que 2014 seja repleto de inspiração, humor e projetos realizados. Um abraço!

    ResponderExcluir
  23. OI AMIGO
    Meu desejo especial para você e para todos aqueles que estão perto de você. Que você , tenha um ano novo especial como nunca. Que o Menino Jesus abençoe abundantemente sua vida e sua família. Que Ele traga uma abundância de motivos para sorrir. Eu desejo que nossa amizade se renove nesse ano novo e por muitos outros felizes e alegres anos”

    “Que você possa alcançar o sucesso em todas as áreas da sua vida e todos os seus desejos do coração se tornem reais. Desejo-lhe um feliz Ano Novo com Felicidade e Prosperidade.
    Um bj
    Ana

    ResponderExcluir